Alimentos da Alice

Se alguém te falar que viu uma propriedade rural que está utilizando dejetos animais para produzir biogás e que a partir deste gás está fabricando produtos como bolachas, pães, massas, e ganhando dinheiro com isto, você iria acreditar?

Pois é! Esta propriedade existe!

Localizada em Nova Cantu, no oeste do estado do Paraná, a pequena fábrica de alimentos da Sra. Alice está dando o que falar. Já conhecida na região pelo sabor dos seus produtos, depois da instalação do Kit-biodigestor da BGS Equipamentos ficou ainda mais famosa.

No sítio eles produzem de tudo um pouco: grãos, verduras, porcos e galinhas. Outra atividade da propriedade é a produção de leite. Hoje a Sra. Alice e o seu esposo, o Sr. Nelson, possuem cerca de 25 vacas.

Até a pouco tempo atrás todos os dejetos das vacas eram depositados em uma esterqueira. Os dejetos ficavam expostos a céu aberto e eram responsáveis pela produção de mau cheiro e a proliferação de moscas. Depois de algum tempo os dejetos eram então coletados e utilizados como “adubo”, uma prática comum em várias propriedades rurais.

Incomodados com esta situação e sempre preocupados com a sustentabilidade ambiental do seu sítio, a Sra. Alice e o Sr. Nelson começaram a buscar informações sobre novas tecnologias. Foi assim que eles começaram a pensar em instalar um biodigestor na propriedade, porém ainda faltava mais alguma coisa. Afinal, não existia nenhum biodigestor na região e tudo parecia meio distante, meio difícil.

Tudo começou a fazer mais sentido quando a Sra. Alice e o Sr. Nelson conhecerem o Luiz Fernando Souza, outro produtor da região ali de Nova Cantu também,  futuro técnico ambiental, e muito, muito interessado por novas tecnologias. O Luiz já tinha um conhecimento prévio sobre biodigestor e através de pesquisa pela internet encontrou a BGS Equipamentos.

Pronto! O Luiz então estudou os nossos equipamentos, concluiu que a solução da BGS era ideal para o sítio da Sra. Alice, apresentou para a Sra. Alice e o Sr. Nelson que gostaram da solução, e, negócio fechado.

O biodigestor foi financiado pelo Banco do Brasil através da linha PRONAF. Após a liberação do financiamento, tudo foi muito rápido. A BGS Equipamentos enviou os produtos para o Sr. Nelson na mesma semana, logo em seguida, o Luiz e o Sr. Nelson,  instalaram o biodigestor e já no 3º dia após a instalação o sistema já estava operando e produzindo biogás. O biodigestor foi instalado em setembro de 2014.

Capturar

 

A Sra. Alice e o Sr. Nelson adquiriram um kit biodigestor completo: biodigestor, purificador de biogás, medidor, balão de armazenamento, bomba de biogás e fogão a biogás; tudo o que é necessário para produzir, e claro, o mais importante, para utilizar o biogás. Junto com o kit eles receberam um manual e um vídeo com detalhes passo a passo de como montar o sistema. Além disso, durante todo o processo, mesmo após a venda, contaram com o suporte da BGS.

Em relação a utilizar o biogás! Uhhmm! Como eles estão usando! Principalmente para a fabricação das bolachas e pães da Sra. Alice.

Capturar3

 

Antes de instalar o biodigestor a Sra. Alice gastava por mês cerca de 4 botijões de gás de cozinha, com um custo total de aproximadamente R$ 200,00 por mês. Depois que o sistema foi instalado ela ainda não comprou nenhum botijão. Além da economia, ela relata que a chama do biogás é melhor, mais forte. Por exemplo, assar pães utilizando o biogás está levando menos tempo que com o gás de cozinha.

Capturar4

 

Além de toda a economia com gás de cozinha, o Sr. Nelson e a Sra. Alice também estão economizando com fertilizante. Dentro do biodigestor, as bactérias que produzem o biogás se alimentam da matéria orgânica presente no meio e disponibilizam Nitrogênio, Fósforo e Potássio para ser utilizado como adubo, de qualidade muito melhor que o material retirado das esterqueiras. Isto significa mais economia com fertilizantes e grãos melhores.

O Sr. Nelson estima que no sítio deles a economia com biofertilizante pode ser de R$ 2.000 a R$ 3.000,00 por ano.  Eles acreditam assim que em um ano e meio todo o investimento já estará pago.

O próximo passo, segundo o Sr. Nelson e a Sra. Alice, é a instalação de mais um biodigestor para tratar a totalidade de dejetos dos animais, o esgoto doméstico e usar o biogás para gerar energia elétrica para o funcionamento da ordenha.

E quem vai instalar o novo biodigestor para eles? Claro! O Luiz Fernando que a partir de agora é mais um parceiro da BGS Equipamentos.

AliceNelsonLuiz

Bem, sem mau-cheiro, sem moscas, economizando gás de cozinha, economizando fertilizante… não é exagero o trocadilho “Alice no sítio das Maravilhas”!

Sra. Alice e Sr. Nelson, obrigado pela confiança!

Luiz, parabéns pela iniciativa e sucesso no seu novo negócio!

* Achou legal este post? Quer saber mais informações? Veja a entrevista com a Sra. Alice e o Sr. Nelson no link https://www.youtube.com/watch?v=WU0HuTTOAmc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>